DG

blogger com Doses na medida certa sobre gestão, finanças e empreendedorismo para administradores e gestores

DG

EVITE ERROS AO CONTRATAR UM COLABORADOR

Contratar um novo colaborador parece uma tarefa fácil; no entanto é valido dizer que a escolha certa pode trazer muitas alegrias e um relacionamento de longo prazo e a escolha errada pode gerar muitos prejuízos e decepção, evite erros ao contratar um colaborador, este artigo traz dicas uteis para você empregador.

Para ter uma ideia da complexidade desta decisão de Janeiro a Outubro de 2019 de acordo com o TST – Tribunal Superior do Trabalho o número de processos trabalhistas chegou a 1,5 milhão.

As pequenas e médias empresas sofrem o maior número de processos trabalhistas; resultado do alto índice de rotatividade que tem como a causa um processo de contratação ineficiente ou a falta de um departamento de RH – Recursos humanos.  

Este fato gera um impacto nas finanças do negócio; pelo fato de ter que constantemente pagar os custos de rescisão, por muitas vezes seu fluxo de caixa não consegue suportar esses valores o que acaba em uma demanda trabalhista.

Para aumentar a possibilidade de uma decisão acertada na hora de contratar um novo colaborador segue algumas dicas para serem colocadas em prática quando contratar um trabalhador.

DICA 01: O DEPARTAMENTO DE RH DEVE FAZER A CONTRATAÇÃO

A primeira dica para aumentar as chances de sucesso na contratação é acabar com o costume de que o dono é quem contrata. Se possível a empresa deve delegar esta função a um departamento de Recursos Humanos eficiente ou a um profissional capacitado na área.

Em algumas situações quando possível pode se utilizar o serviço de uma empresa de RH terceirizada. Eles têm a capacidade de avaliar se o perfil e as competências do candidato se encaixam no cargo que vai ser ocupado na empresa.

O dono muitas vezes contrata por indicação de um amigo, parente ou conhecido e esquece de avaliar as competências exigidas para o cargo e o perfil do candidato para ocupar a vaga.

DICA 02: DEFINA AS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PARA O CARGO

Antes de contratar um novo colaborador defina quais competências e habilidades são requeridas para o cargo. É importante ressaltar que a pessoa é que deve se encaixar no cargo exige e não o cargo se enquadrar no perfil da pessoa.

É essencial criar um manual  listando quais habilidades, conhecimentos, formação  acadêmica e experiência que o cargo exige. Isso possibilita que o processo de recrutar e selecionar pessoas seja mais assertivo, pois não vai ser feito apenas com a leitura do currículo ou indicação de um conhecido, mas vai levar em consideração a capacidade técnica e comportamental do candidato.

DICA 03: DEFINA O PERFIL DO PROFISSIONAL QUE VAI OCUPAR O CARGO

Tão importante quanto definir as competências e habilidades é dizer qual o perfil do profissional, esta fase esta relacionada ao comportamento humano. Exemplo para um cargo de gerência ou supervisão é necessário que o ocupante do cargo tenha um perfil de liderança; que consiga coordenar uma equipe, que seja acessível e dinâmico.

Pessoas com perfil mais introvertidas são mais eficientes em funções que exigem concentração e tem pouco contrato com o publico; já outros são melhores ao lidar diretamente com pessoas e geram mais resultados em funções de vendas e similares.

DICA 04: ESTABELEÇA UM TIPO DE CONTRATAÇÃO

A última dica esta relacionada a relação trabalhista entre empresa e colaborador; no momento da sua admissão o trabalhador deve informado sobre quais são seus direitos e deveres; de preferência a empesa deve apresentar um Regimento Interno com todas as normas internas da organização.

É importante definir também se a relação trabalhista vai ser regida pela CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas ou se o o trabalhador será uma PJ- Pessoa Jurídica. Deve ficar bem claro quais impostos  e tributos vão ser descontados, se a empresa paga hora extra ou funciona bom banco de horas.

A relação deve estar bem clara, quando o colaborador não sabe ao certo de seus direitos e obrigações tende a não ser produtivo tanto quanto poderia  e acaba por perdendo a motivação.

O QUE FAZER AGORA?

  • Salve este artigo – pode precisar consultá-lo a qualquer momento
  • Clique no sino na página inicial para ser avisado quando novos artigos forem postados, é rápido, fácil e grátis.
  • Encaminhe este artigo – seja legal, compartilhe esse conhecimento com que você se importa.
  • Comente – Me conte como esse artigo gerou para valor para você e para o seu negócio.
  • Volte a nossa página inicial e veja outros artigos relacionados a Empreendedorismo, Gestão e Finanças.
  • Sigas nossas redes sociais.
    facebook.com/dosesdegestao
    Instagram @dosesdegestao

Já que chegou até aqui baixe aqui o Guia Prático para Empreendedores Iniciantes, basta clicar na imagem.

GUIA PRATICO PAR CRIAR SEU NEGÓCIO
guia prático para empreendedores iniciantes

Curta nossos artigos e compartilhes com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com